FESTIVAL DE MÚSICA - INSCRIÇÕES

PAGAMENTO VIA CARTÃO
CLIQUE ACIMA E NA IMAGEM
PARA CONFIRMAR E SE INSCREVER

http://picasion.com/ 

  •                      CLIQUE NA IMAGEM PARA 
  •                   INSCRIÇÃO
  •      PARA PAGAMENTO A VISTA 
  •   ENTRE EM CONTATO CONOSCO
Fotos em Destaque
Comércio em Destaque
Estatísticas
Visitas: 9533 Usuários Online: 43


Uber
Publicada em 01/05/18 às 18:01h - 11 visualizações
Mentira pode ter sido a causa da morte de motorista de Uber; duas mulheres presas
Ricardo Habitzreuter foi encontrado morto no dia 24 de abril

Por Redação em 01 de Maio, 2018 as 12h56.


 (Foto: Reprodução facebook)

Duas mulheres suspeitas de envolvimento na morte de um motorista da Uber, encontrado morto em Araucária, Região Metropolitana de Curitiba, foram presas, de acordo com a Polícia Civil.  O corpo de Ricardo Habitzreuter, de 27 anos, foi localizado às margens da represa Passaúna no dia 24 de abril. As prisões, preventivas, ou seja, por tempo indeterminado, foram firas entre sexta-feira (27) e sábado (28), e divulgadas pela polícia nesta terça (1º).

A Polícia Civil informou que as suspeitas estão presas na Delegacia de Araucária e têm 28 e 30 anos.

Um das linhas de investigação é que Ricardo teria contado a uma delas, conhecida dele, que teria cerca de R$ 26 mil no banco e iria usar este dinheiro para viajar para fora do país. Uma dessas mulheres teria revelado isso ao namorado, que teria planejado o roubo. Porém, ao que tudo indica, a vítima teria mentido sobre o dinheiro, o que teria provocado sua morte.

Por enquanto, a polícia não dá mais detalhes da investigação e não confirma oficialmente a motivação do crime. Uma entrevista coletiva deve ser dada nesta quarta-feira (2).

O caso

O corpo do motorista do Uber Ricardo Gonçalves Habitzreuter, 27 anos,  foi encontrado na Represa do Passaúna, em Araucária, na região metropolitana de Curitiba, no dia 24 de abril. Ele estava desaparecido desde segunda-feira (23) e o carro, um Renault Logan, se envolveu em um acidente, deixando uma pessoa morta na noite anterior. Cinco suspeitos fugiram a pé.

O jovem trabalhava como Uber há cerca de oito meses e alugava o carro para fazer as corridas. Ele foi encontrado com os pés e mãos amarradas por moradores da região.

Horas depois, o carro do Uber provocou um grave acidente na BR -476, no bairro Pinheirinho, na Linha Verde. Ele trafegava sentido Curitiba, cruzou o canteiro central e atingiu um Ford Ka, conduzido por Vandré Evandro Ferreira, 38 anos, que morreu na hora. Outro carro também foi atingido, mas o motorista saiu ileso.

Mesmo com o carro roubado do Uber, os cinco suspeitos - um homem e quatro mulheres - conseguiram sair e fugir do local.




Parceiros





Copyright (c) 2018 - Destaque Curitiba - Todos os direitos reservados