FESTIVAL DE MÚSICA - INSCRIÇÕES

PAGAMENTO VIA CARTÃO
CLIQUE ACIMA E NA IMAGEM
PARA CONFIRMAR E SE INSCREVER

http://picasion.com/ 

  •                      CLIQUE NA IMAGEM PARA 
  •                   INSCRIÇÃO
  •      PARA PAGAMENTO A VISTA 
  •   ENTRE EM CONTATO CONOSCO
Fotos em Destaque
Comércio em Destaque
Estatísticas
Visitas: 9530 Usuários Online: 40


Tristeza
Publicada em 18/03/18 às 19:47h - 10 visualizações
Adolescente de 15 anos morre afogado em ‘cava perigosa’ na Grande Curitiba
Segundo testemunhas, a vítima nadou até uma área mais funda e começou a se afogar

Por Marina Sequinel e Antônio Nascimento em 18 de Março, 2018 as 18h21.


 (Foto: (Fotos: Antônio Nascimento – Banda B))

Um adolescente de 15 anos morreu afogado em uma cava no Jardim Tropical, em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, na tarde deste domingo (18). Segundo testemunhas, a vítima nadou até uma área mais funda e começou a se afogar.

"Fazia uns 10 minutos que a gente havia chegado aqui. Ele pulou e eu ia entrar logo em seguida, mas me deu câimbra na perna. Nisso, ele foi nadando até onde não dava pé e começou a afundar", relatou outro jovem, que estava com a vítima e preferiu não se identificar, em entrevista à Banda B.

De acordo com ele, o grupo de amigos sempre ia nadar nas cavas. "A gente vinha direto… Mas todo mundo se apavorou com o que aconteceu hoje, ninguém sabia nadar para salvar o menino. Um rapaz até tentou, mas quando chegou perto, ele afundou. Nós, então, chamamos os bombeiros", relatou.

O resgate do corpo da vítima demorou cerca de uma hora, segundo o jovem que conversou com a reportagem. "Ali a cava tinha uns quatro metros de profundidade, era um buraco", completou.

O corpo do adolescente deve ser recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML), antes de ser liberado para a família.

Outro caso

Essa não é a primeira vez que a região de cavas do Jardim Tropical registra afogamento com morte. No dia 28 de janeiro deste ano, por exemplo, um adolescente de 13 anos morreu após ficar uma hora submerso na água. Ao lado de dois amigos, ele tentou atravessar o rio e acabou não conseguindo.

Um menino que estava com a vítima confessou que eles sempre frequentavam o local, mas que não costumavam sair do raso.




Parceiros





Copyright (c) 2018 - Destaque Curitiba - Todos os direitos reservados